Instituto do Coração inova e avança para a telemedicina

Apostando sempre num corpo clínico de excelência e na inovação, o Instituto do Coração
compreendeu a necessidade de apostar na telemedicina, visando “a segurança, o acesso à informação em tempo real e o maior conforto do doente”, numa época em que o acesso da população aos smartphones é global. Neste contexto, o Instituto do Coração acaba de lançar uma aplicação (app) que permite a monitorização atenta e personalizada da situação clínica de cada paciente, com base nos dados por este submetidos (peso, tensão arterial, nível de glicemia, etc.) e posteriormente rastreados e analisados pela equipa médica.

Trata-se de um serviço direcionado para patologias específicas, que se inicia obrigatoriamente com uma consulta presencial para diagnóstico, com a realização de exames clínicos (por norma, um ecocardiograma e/ou uma prova de esforço) que permitirá aferir a condição física e o estado de saúde, despistando a existência de problemas como sejam a hipertensão ou a diabetes, entre outros.

Com base nestas informações, é definido o conjunto de parâmetros que importa monitorizar através da app e que será posteriormente interpretado pelo médico, funcionando de forma eficaz em contextos de emergência. Sempre que os dados relativos ao estado de saúde de qualquer utilizador da app ultrapassam os indicadores estabelecidos como normais ou seguros, o corpo clínico é imediatamente alertado para atender à respetiva situação, sendo o paciente notificado.

Esta tecnologia procura também dar ao paciente um papel ativo na “gestão” da sua saúde e no seu processo de recuperação. O envio de relatórios mensais ajudam a monitorizar e compreender o seu estado de saúde, incutindo uma sensação de “segurança” e “responsabilidade”. Adicionalmente, o utilizador da app pode esclarecer dúvidas junto do seu médico de forma “segura e legalizada”, através do agendamento de uma videoconsulta, que poderá ser realizada em qualquer smartphone, sem sair de casa.